domingo, 20 de dezembro de 2015

ALEGORIA - SAGITÁRIO

imagem da pág stunningtattooreviews.com
Sol no finalzinho do entusiasmado Sagitário. Mirar lá no alto. Filosofias, inspirações.
E as patas do cavalo de fogo, estabanado, pisam forte o chão e empinam. 

Sagitário está no eixo do conhecimento, junto com Gêmeos. Mas enquanto este vê a árvore, Sagitário vê a floresta. 
Lado direito do cérebro.



Imagem da página Islamic & Ottoman Astrology
Segue o que Deus teria dito a Sagitário:

"Sagitário, eu peço a você para fazer os homens rirem, pois no meio das incompreensões de Minha Ideia eles se tornam amargos. Através do riso você dará esperança ao homem e através da esperança voltará seus olhos para Mim. Você tocará muitas vidas, mesmo que só por um momento e conhecerá a impaciência em cada vida que tocar. Para você, Sagitário, eu dou a dádiva da Abundância Infinita, que você deve espalhar com generosidade suficiente para penetrar cada canto da escuridão e torná-lo iluminado."

(Alegoria, Martin Schulman, em "Os Nódulos Lunares". Editora Ágora.)

domingo, 22 de novembro de 2015

O SOL SEGUE O CICLO: SAGITÁRIO

No ciclo do Sol passamos de Escorpião a Sagitário. Das profundezas - de onde o Escorpião deve alçar o vôo da águia -, para a espiral ascendente, de fogo.

"(...) Gêmeos e Sagitário simbolizam espirais de energia dirigidas para cima e estão orientados para o futuro, dando origem às tendências proféticas dos sagitarianos e às intermináveis especulações dos geminianos."
(Stephen Arroyo. em "Astrologia, Psicologia e os Quatro Elementos". Editora Pensamento.)

E, com as patas no chão, segue a graça do Centauro, que mal alcança um objetivo já vê outro.

Achei sincronístico ter visto a imagem abaixo hoje, com o texto 'O caminho não é uma linha reta; é uma espiral. Você continuamente volta a coisas que achava que tinha entendido e vê verdades mais profundas.'
E, parafraseando minha professora, todos têm Sagitário, Júpiter e nona casa no mapa natal...)

imagem da pág elephanteurope

domingo, 15 de novembro de 2015

ALEGORIA - ESCORPIÃO

O Sol já está no último terço do signo de Escorpião, signo algumas vezes tido como difícil, por estar relacionado à morte e à transformação.
Mas aí também está a regeneração. (Um dos símbolos é a Fênix, que renasce das cinzas.)

Arcano 13 (Morte) no tarot de Waite



Vale lembrar que a morte aqui tem um aspecto simbólico. Escorpião não é o último signo do ciclo dos doze e, em outros sistemas - como o tarot, por exemplo -, também a Morte não é a última carta, mas a de número 13, entre os 22 arcanos maiores.


Transformação. E então poder focar no que realmente interessa.


Imagem da página Islamic & Ottoman Astrology

E, para Escorpião, Deus teria dito assim:

"Para você, Escorpião, dou uma tarefa muito difícil. Você terá a habilidade de conhecer a mente dos homens mas não permito a você que fale sobre o que aprender. Muitas vezes você será magoado pelo que vê e em sua dor você se afastará de Mim, e se esquecerá de que não sou Eu, mas a perversão de Minha Ideia que está causando sua dor. Você terá tanto do homem, que chegará a conhecê-lo como animal, e lutará tanto com seu instinto animal dentro de si, que perderá seu caminho, mas, quando você finalmente voltar a Mim, Escorpião, eu terei para você a suprema dádiva do Propósito."

(Alegoria, Martin Schulman, em "Os Nódulos Lunares". Editora Ágora.)

domingo, 18 de outubro de 2015

ALEGORIA - LIBRA

Imagem da pág lounge.obviousmag.org
No início dessa semana tivemos a Lua Nova em Libra, que ocorreu em oposição com Urano. 

Interessante pensar que esse ciclo começou com essa oposição, em que o Sol e a Lua conjuntos em Libra - o único signo representado por um objeto, a balança, tão a ver com a busca do equilíbrio entre dois lados - encontraram no signo oposto (Áries) o confronto de Urano.

E Urano tem a ver com o raio, com as mudanças rápidas.  Uma possível ruptura, nos "panos quentes", nessa balança e no equilíbrio às vezes forçado entre "eu" e o "outro". Urano, que rege um  signo também de ar (Aquário) expande o âmbito do relacionamento - já presente em Libra -, para a coletividade. E Urano está em Áries, signo onde "eu" tenho o impulso de me afirmar, onde a individualidade se afirma. 

Urano também é ver com objetividade, de cima. 
Acima do controle sobre o outro. 

Imagem do Instituto Árvore Vida



De mais a mais... tudo num raio. (Até porque já já o Sol entra em Escorpião, onde deixar o que possa ser apenas aceitável e aprofundar até a essência é urgente...) 

Imagem da página Islamic & Ottoman Astrology

E, para Libra, Deus teria dito assim:

"Para você, Libra, dou a missão de servir, pois o homem deve estar ciente de seu serviço para outros. E, que ele possa aprender a cooperar, bem como ter habilidade de refletir o outro lado de suas ações. Eu colocarei você em todo lugar onde haja discórdia e pelos seus esforços lhe darei a dádiva do Amor."

(Alegoria, Martin Schulman, em "Os Nódulos Lunares". Editora Ágora.)

domingo, 13 de setembro de 2015

ALEGORIA - VIRGEM


Com um eclipse parcial do Sol, teve início hoje a lunação de Virgem, com a Lua Nova, conjunção do Sol e da Lua no signo. 

Algumas coisas estão em processo no céu para se desenrolarem ainda nesta semana: Mercúrio, que está em Libra, vai entrar em movimento retrógrado (quando fica como se movesse para trás quando visto a partir da Terra) e Saturno vai deixar definitivamente Escorpião... Sim, vai. (Esteve no signo entre 2012 e 2014 e voltou agora em 2015, para o que chamei de "segunda época"): http://estudandoastro.blogspot.com.br/2015/06/segunda-epoca-saturno-em-escorpiao-de.html.


De tudo o que está em curso, destaco a oposição (que caminha para ficar exata) entre Júpiter, que está em Virgem, e Netuno, que está em Peixes.
Eixo interessante este, Virgem/Peixes, que é um pouco de fechamento, de aprimoramento do trabalho e cuidados. Saúde também.
Transcender, imaginação, ir além, tudo isso tem a ver com Netuno, o grande oceano, que está domiciliado em Peixes, onde há sempre o risco da confusão, de não sair com clareza de mergulhos tão profundos. E oposto, Júpiter, sempre associado a uma certa grandeza filosófica, otimista. Em Virgem, um signo ligado ao cotidiano, à atenção aos detalhes. 
Eu penso que o melhor desta configuração pode ser a confiança no trabalho diligente, de todo dia, com atenção às pequenas coisas e confiança nas grandes. E o pior... perder-se no excesso de crítica e na pretensão de saber tudo.
Beware!

Imagem da página Islamic & Ottoman Astrology 

Segue a nova lunação, e o Sol já está no último terço do signo de Virgem.
E, para este signo, Deus teria dito:

"Para você, Virgem, peço uma análise de tudo que o homem tem feito com Minha Criação. Você examinará seus caminhos minuciosamente e os lembrará de seus erros, para que através de você Minha Criação possa ser aperfeiçoada. Para isto dou-lhe a dádiva da Pureza de Pensamento."



(Alegoria, Martin Schulman, em "Os Nódulos Lunares". Editora Ágora.) 

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

DIVAGANDO LÁ LONGE, EM PLUTÃO

A Lua, essa ligeirinha, aqui tão perto, tão satélite, hoje em Câncer, seu domicílio, fazendo oposição a Plutão, me fez pensar um pouco.

Símbolo de Plutão: espírito acima da alma e da matéria
Pensei em Plutão, que está em Capricórnio, signo regido por Saturno. E os dois estão em recepção mútua, porque Saturno ainda está lá no finalzinho de Escorpião, signo regido por Plutão. 

Saturno, senhor do tempo, o mestre, o que ensina pelas dificuldades, está saindo do signo do senhor da morte e da transformação.
Uma lição que não é fácil. Sair transformado é sair outro. Não ser mais o que era. Morrer e renascer.

Essa temporada do mestre em Escorpião está no fim. Talvez seja hora de verificar se a lição foi feita.

Plutão

Coincidentemente, numa aula dessa semana, discutia com a minha professora qual o signo em que Plutão se exalta. Já vi alguns, parece haver opiniões diversas. 
Mas fechei com o que ela disse sobre a imagem recente de Plutão, com o coração em sua superfície. O coração tem associação com Leão. 
E ainda mais lembrando da cor alaranjada, tenho achado mesmo que Plutão se exalta no signo de Leão. 

domingo, 16 de agosto de 2015

E DEUS ESTÁ NOS DETALHES (JÚPITER EM VIRGEM)

Imagem da página thoth3126.com.br
Júpiter é grande, expansão. É, junto com Saturno, um planeta a ver com relacionamento, com o âmbito do social. Mas é dito que, enquanto Saturno contrai, ele expande. É o maior, feito de muitos gases.
Colagem de Eugenia Loli

Em 11/08 Júpiter entrou no signo de Virgem, e vai ficar lá até setembro do ano que vem. 


O grande, expressando-se através do detalhe. 

padrões em volta da mancha de Júpiter (da pag, Fifth Star Labs)
O planeta Júpiter está relacionado, em algumas mitologias, ao maior dos deuses, o que rege os outros deuses e as leis. E seu ciclo é de quase 12 anos (11,86). Demora esse tempo para percorrer todos os signos do zodíaco e para retornar à posição em que estava em um mapa natal. (Assim, a cada 12 anos, entramos em um novo ciclo do planeta.)

Júpiter é conhecido como "o grande benéfico", mas o mito tem um lado genioso, impaciente. E está agora no signo que tem a ver com o cuidado, a minúcia, o trabalho.

Imagem a partir da página plp.cl
O que eu mais gosto em Virgem é o cuidado, mas o cuidado para estar pronto. (Claro que há o risco do cuidado pelo cuidado, mas......... deixa pra lá...)
Vamos lembrar que o detalhe é importante para não inviabilizar o todo. É importante organizar para que o belo, o justo e o "tudo de bom" possam se realizar.

O servidor e o serviço, a ver com o signo, têm aí sua importância. Também a saúde tem que ser cuidada, para que sua falta não inviabilize as maiores coisas, as grandes coisas. (Já disse aqui que acho que Virgem tem a ver com a prática do Yoga: o objetivo do Yoga não é a saúde. É algo muito maior, mas o corpo é um instrumento, e tem que ser cuidado. Até para não vir a atrapalhar.)

É aí, no signo de Virgem, que Júpiter vai estar, por um ano. Depois da festa, do momento em que brinco, crio e quero brilhar em Leão, tenho que pôr tudo em ordem. A saúde, o serviço, a casa. Também o planeta. (Virgem tem muita relação com a ecologia.)

Criar as condições. Até porque depois vem Libra e, para encontrar o outro........................... é melhor se aprontar. 
Mas aí é mais conversa...

(para Hellen Reis Mourão, que sugeriu que eu escrevesse sobre Júpiter em Virgem)

sábado, 15 de agosto de 2015

ALEGORIA - LEÃO

O Sol está lá no último terço de Leão, seu domicílio.
E, na última sexta, 14/08, tivemos a Lua Nova, início de um novo ciclo, sob esse signo
Novo ciclo marcado, entre outras coisas, pelo bom aspecto com Urano, que rege o outro signo deste eixo da criatividade e da consciência: Aquário, o oposto a Leão. (Eu, o Rei, pode ser que diga um Leão. E, na outra ponta, o aguadeiro quer distribuir a água do Aquário para todos. Lá na outra ponta, onde o Rei está no exílio.)
E a lunação começou com o Sol e Urano em trígono, numa boa...

O Sol é demais. 
Tem a ver com o chamado que o herói solar recebe, para desenvolver a sua personalidade, para realizar-se, tornar-se o que é. (Clique aqui para trechos interessantes sobre a chamada do Sol.)
A chamada tem a ver com o desenvolvimento do ego. Desenvolvimento necessário, mas nunca é demais lembrar o que é dito na Bhagavad Gita sobre o ego ser um excelente servo, e um péssimo senhor.

Imagem da página Islamic & Ottoman Astrology
E, na alegoria, segue o que Deus teria dito para Leão:

"Para você, Leão, dou o trabalho de mostrar Minha Criação para o mundo em todo seu esplendor. Mas você precisa tomar cuidado com orgulho e sempre se lembrar de que é Minha Criação, não sua. Pois se você se esquecer disto, os homens irão desprezá-lo. Há muita alegria no trabalho que te dou, se ele for bem feito. Para isso você terá a dádiva da Honra."

(Alegoria, Martin Schulman, em "Os Nódulos Lunares". Editora Ágora.)

domingo, 19 de julho de 2015

ALEGORIA - CÂNCER



O Sol já está nos últimos graus de Câncer e até a Lua, regente do signo, também já passou por lá, na Lua Nova. Mais do que hora de postar a alegoria para o signo.

Câncer é o signo cardeal de água. Ação, em sentimentos. E a água ali no rasinho (e um pouco na areia onde o caranguejo fica também) tem sua particularidade. Acho que difere das águas profundas de Escorpião (água lava de vulcão) e de Peixes (o grande mergulho).

Este signo é regido pela Lua, aqui próxima. Tão próxima... e muitas vezes estranha ainda. 

Imagem da página Islamic & Ottoman Astrology


E, para Câncer, Deus teria dito:


"Para você, Câncer, atribuo a tarefa de ensinar aos homens sobre emoção. Minha ideia é você causar-lhes risos e lágrimas para que tudo o que vêem e pensem se desenvolva com plenitude interior. Para isto, dou-lhe a dádiva da Família, para que sua plenitude possa se multiplicar."


(Alegoria, Martin Schulman, em "Os Nódulos Lunares". Editora Ágora.)

sábado, 11 de julho de 2015

PLUTÃO...

Uma área negra chamada de "baleia" e um "coração", na superfície do planeta.

"Nesse momento as imagens revelam apenas que Plutão é um planeta realmente esquisito. Ele tem algumas áreas muito escuras, outras extremamente claras, e não sabemos nada sobre o que são ainda." (Spencer, para a BBC)

Imagem da sonda New Horizons
Então segue a "missão" da Nasa, da SxRI (Southwest Research Institute), e parceiros. A aproximação ao distante, ao misterioso, ao "realmente esquisito". O planeta que não é mais. Ou o "anão".

O cara, que rege Escorpião. Senhor do oculto, do mundo subterrâneo.

E que está agora em Capricórnio, em oposição ao Sol e a Marte, ambos em Câncer. Morte e renascimentos, em um eixo relacionado às carências. 

domingo, 5 de julho de 2015

ENQUANTO ISSO...

imagem da pág. fazfacil.com.br
A Lua já saiu de Aquário, onde se opunha à conjunção dos benéficos Vênus e Júpiter, em Leão (http://estudandoastro.blogspot.com.br/2015/07/aquario-e-o-rei-na-roca.html).

Está agora em Peixes, signo de Água, que tem uma amizade com eles dois. 

Sonhos. Dourados?

(E enquanto isso, outra oposição: Sol e Plutão...)

sábado, 4 de julho de 2015

AQUÁRIO. (E O REI, NA ROÇA)

Interessante pensar na oposição, Leão / Aquário. Aquário, onde o Rei está no exílio, na roça.
Penso nisso porque a Lua em Aquário (hoje, 04/07), faz oposição à conjunção dos chamados benéficos (Vênus e Júpiter), que acontece em Leão.

Imagem da página electricmind.daynalynn.com
O brilho. E a distribuição. A consciência. (E sua necessária expansão.)

Lidar com isso. (E, em maior ou menor intensidade, todo mundo tem isso no mapa.)

domingo, 21 de junho de 2015

SATURNO REGE O CHUMBO

Saturno retrógrado, um pai cobrador.
Com chumbo fere, com chumbo será ferido. 
Ou chumbado.







Em Escorpião. Tudo isso em profundidade.
Mas aqui há um renascimento. Ainda que das cinzas. 
E, bem há pouco, o Sol entrou em Câncer. (E a Lua em Virgem.)
E por aqui tem início o inverno.

sábado, 13 de junho de 2015

SEGUNDA ÉPOCA - SATURNO EM ESCORPIÃO DE NOVO

Pensando aqui que amanhã, 14/06, Saturno, que está retrógrado, volta a entrar no signo de Escorpião, onde esteve entre 2012 e 2014.

O mestre e seu peso - terra, dura, seca -, aqui nesta constelação, signo de água, mas regido por Marte, tão fogo. Por aqui a tônica me parece ser aprofundar, já que além de Marte - este senhor da guerra -, há também o senhor dos subterrâneos, Plutão. 

E Saturnão retrógrado, voltando. Algo como uma "segunda época", para aprofundar e fazer as lições. Para resolver um pouco mais as matérias em que ficaram pendências.

Plutão também está retrógrado, e em Capricórnio, que é regido por Saturno. Então, os dois senhores - Saturno e Plutão -, estarão no que é chamado de recepção mútua, cada qual na casa do outro. E isso é considerado positivo, embora os "hóspedes" não sejam nada fáceis.

Mas... os dois têm a ver com crescimento. E, de certa forma com ser adulto. (Há quem diga que escorpianos e capricornianos nunca são exatamente crianças.)

E eu me lembrei também, pensando nisso tudo, que, no mito, Perséfone é raptada por Plutão mas, depois, não quer abandonar o Hades.

Crescer pode ser um tema bem difícil, mas, depois de conquistado, difícil também querer voltar atrás. 

E Saturno, o senhor do tempo - tão associado às restrições -, sempre vem cobrar as lições para mais uma volta na espiral...

quinta-feira, 4 de junho de 2015

ALEGORIA - GÊMEOS

Talvez a mente seja uma criança perguntadora, que passa de uma coisa a outra e do sim ao não. Mas também já vi Mercúrio - que rege Gêmeos, além de Virgem -, relacionado à estrada que une o consciente ao inconsciente. 

Sim, há a dualidade. E algo além. 

Seguindo a postagem das alegorias de Martin Schulman para cada signo, segue a de Gêmeos: 

Imagem da página Islamic & Ottoman Astrology
"Para você, Gêmeos, dou as perguntas sem respostas para que possa trazer a todos a compreensão do que o homem vê a seu redor. Você nunca saberá por que os homens falam ou ouvem, mas em sua procura pela resposta encontrará minha dádiva do conhecimento."

(Alegoria, Martin Schulman, em "Os Nódulos Lunares". Editora Ágora.)

domingo, 10 de maio de 2015

ALEGORIA - TOURO

O Sol segue em Touro, indo para o último terço. Touro, o "fazedor". Conhecimento sim, mas prático. Força paciente. Não se iluda... a força está presente.

Compartilho a alegoria relativa ao signo, de Martin Schulman. Para Touro, Deus teria dito assim:

Imagem da página Islamic & Ottoman Astrology
"Para você, Touro, eu dou o poder de fazer da semente a substância. Seu trabalho é grande, requerendo paciência, pois você precisa terminar tudo o que foi começado ou as sementes serão perdidas ao vento. Você não questionará ou mudará de ideia no meio do caminho, nem dependerá de outros para fazer o que pedi. Para isso lhe dou a dádiva da Força. Use-a com sabedoria."

(Alegoria, Martin Schulman, em "Os Nódulos Lunares". Editora Ágora.)

domingo, 26 de abril de 2015

LUA NO FOGO E SOL NA TERRA



Sol em Touro e Lua em Leão, neste momento, conjunta a Júpiter.

Inspirar (e a inspiração) podem ser nutritivas. Pensar grande. (E inspirar grandão.)



E Touro? É o signo em que a Lua se exalta. Cuida bem. 

Tem paciência? Tem. Fixo, de terra. 

Mas... quando a terra treme nada pára em pé.

Imagem da página Big Sky Astrology (Facebook)

domingo, 12 de abril de 2015

ALEGORIA - ÁRIES

Em seu livro "Os Nódulos Lunares" Martin Schulman traz alegorias para cada signo. Deus chega a cada um dos doze e diz qual seria sua parte no conjunto. (Claro que, no final das contas, ninguém fica satisfeito com o que recebe, etc, etc, etc...)
As alegorias são bastante interessantes. Pretendo postar, durante este ano astrológico começado agora em Áries, a cada vez que o Sol estiver em um signo, a alegoria correspondente.

Imagem da página Islamic & Ottoman Astrology
"Para você, Áries, dou Minha primeira semente, a qual você terá a honra de plantar. E, para cada semente plantada, um milhão de novas sementes se multiplicarão em suas mãos. Você não terá tempo para vê-las crescerem, pois, tudo o que plantar criará mais sementes para serem plantadas. Você será o primeiro a penetrar no solo da mente dos homens com Minha Ideia. Mas não é seu trabalho alimentar a Ideia nem questioná-la. Sua vida é ação e a única ação que atribuo a você é começar a tornar os homens cientes de Minha Criação. Para que seja um bom trabalho te dou a virtude do auto-respeito."

(Alegoria, Martin Schulman, em "Os Nódulos Lunares". Editora Ágora.)

sexta-feira, 20 de março de 2015

UM NOVO ANO ASTROLÓGICO




Depois do eclipse do Sol, no último grau de Peixes, o novo ano astrológico tem início às 19h45, com a entrada do Sol em Áries.


Lá vem o Carneiro. De cabeça.


Vem brincar de ser "eu". (Mas não leve a brincadeira mais a sério do que o necessário.)


Happy New Year.


sábado, 21 de fevereiro de 2015

UM FOGO NO CÉU

Marte já estava lá no comecinho de Áries...
Vênus chegou. E a Lua também está passando por lá. Então, nesses primeiro dias do Sol em Peixes, algo está esquentando. 
Mas é sempre bom (um tiquinho de) cuidado. Principalmente com Marte na sua regência. Excesso, no guerreiro, no que vai à frente, de cabeça. (Mesmo sem nada na cabeça...) Acidentes e precipitações podem acontecer.

(Imagem da página cosmicintelligenceagency,com)
Urano com anéis e Luas (By NASA, Hubble)

Até aqui falamos em planetas pessoais. Mas Urano também está lá em Áries, já há algum tempo.

E, para relaxar, - mas também para lembrar que fogo é muito (muito!) importante, mas não é brinquedo -, seguem os comentários da Susanita e da Mafalda sobre o 1º artigo da Declaração dos Direitos da Criança: 

"(...) Era o que faltava! Daqui a pouco aparece alguém de Leão achando que é igual a nós que somos de Áries! Imaginem só! Concordo com a igualdade, mas também não vamos exagerar!"


(A respeito do uso tão comum dos signos como prolongamentos do ego, ou medalhas, segue hiperlink de postagem de junho de 2014, deste blog.)

Na "expo Mafalda", no Parque da Cidade 

domingo, 25 de janeiro de 2015

ANIVERSÁRIO DE SÃO PAULO #SP461

Mais um 25/01, mais um aniversário da cidade aquariana. Sol e Ascendente em Aquário. Marte e Mercúrio também.

São Paulo feita de biscoitos e doces para a performance "Comendo a Cidade", do artista Song Dong (na foto). Exposição "Ciclo: Criar com o que temos", no Centro Cultural Banco do Brasil. (Foto: Ana Cabezas)

Ideal, insight, liberdade, democracia são algumas das palavras que estão sempre associadas ao signo de Aquário. Mas... e o tal conservadorismo paulistano? 
Penso na cidade e numa certa complexidade do signo, comentada en passant no último artigo publicado aqui. Os dois regentes de Aquário são mitos com uma briga séria: 

"Urano expulsa Saturno (Cronos) para o mundo subterrâneo, Saturno castra seu pai e lhe rouba o trono como vingança. Essa é uma dinâmica psicológica, uma colisão entre ideal (Urano) e real (Saturno) que tende a se repetir de diversas maneiras ao longo da vida do aquariano." 
(Em "Os Luminares - A Psicologia do Sol e da Lua no Horóscopo" (Ed. Roca, 1994), dos autores Liz Greene e Howard Sasportas, pag. 97.)

Tem a ver com essa cidade maluca. Poesia. Mas concreta.


E, em termos dos elementos no mapa, São Paulo resulta bastante aérea (ideias, nervosa). 
Aérea? Mas Aquário não tem a ver com água? 
Na verdade Aquário (Aguadeiro) tem a ver com a distribuição, e com o lugar de encontro, de convívio social.  
Por falar nisso tudo, em poesia, ideias e falta de água:


"Eu vejo surgir teus poetas de campos, espaços
Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva"
(Sampa (claro!). Caetano Veloso.)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

AGUADEIRO...

"Derrama o leite bom na minha cara
 E o leite mau na cara dos caretas" 
"Mas eu também sei ser careta
 De perto, ninguém é normal
 Às vezes, segue em linha reta
 A vida, que é 'meu bem, meu mal'"

(Vaca Profana. Caetano Veloso)



Logo mais o Sol entra em Aquário.
Sai de Capricórnio. A cabra subiu o rochedo, íngreme. Concretizar. 



Aquário me parece um signo bastante singular. Regido por Saturno, duro, mesmo regente de Capricórnio, tem também a regência de Urano, aquele que rompe, como um raio.   


Dois que se opõem, mas também se complementam. O insight e a realização da obra. A demolição da obra e um novo insight. Mas, de repente.


Mercúrio e Vênus já estão lá, no signo do aguadeiro. A Lua vai chegando também.




"Ê, ê, ê, ê, ê"

domingo, 11 de janeiro de 2015

SOL

Estou lendo "Os Luminares - A Psicologia do Sol e da Lua no Horóscopo" (Ed. Roca, 1994), dos autores Liz Greene e Howard Sasportas. E gostando demais. 
Compartilho alguns trechos que li ontem, do capítulo "O Herói de Mil Faces - O Sol e o Desenvolvimento da Consciência", e que me chamaram muito a atenção, fazendo pensar mais uma vez no sentido de realizar a própria natureza, aqui com o nome de 'chamada do Sol', a ver com a ideia de Dharma, no Hinduísmo. (Adoro o trecho aqui destacado em vermelho.) 

Arcano XIX, no tarot de Edward Waite

"Naturalmente, é possível a recusa absoluta em atender à chamada; nesse caso, ela retorna sob uma forma diferente e suas provas serão mais difíceis." (pag. 82)

"Podemos vislumbrar os vínculos entre o herói solar, o sacerdote que fala da sabedoria e das intenções dos deuses, o artista que representa o papel de voz profética da sociedade e o rei que personifica a vontade divina por meio da autoridade mundana. São todas imagens míticas da função mais profunda do Sol (...)
(...) Ele (o herói) deve encetar sua busca por ser pressionado a ela por sua necessidade interior, não porque isso fará com que as outras pessoas o amem. Contudo, no ato de se tornar um indivíduo ele está dando uma contribuição aos demais. Por aí você pode ver que o Sol é profundamente paradoxal. Quando nos tornamos nós mesmos, temos muito mais a oferecer do que se nos esforçássemos para tentar salvar o mundo como forma de compensar um vazio interior." (pags. 84 e 85)

"Há uma diferença entre a emergência adulta e real do Sol, em uma personalidade relativamente sólida, e a fantasia messiânica global, que reflete uma estrutura de ego mal desenvolvida. A unicidade do Sol não é incompatível com o realismo e a humildade, e o fato de se sentir especial não o obriga a olhar com desprezo para os mortais inferiores, a menos que tenha se misturado com ferimentos da infância ainda não tratados." (pag. 80)

Nascer do Sol no Rio Ganges, em Varanasi (Ana Cabezas. 2013)

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

DIA DO ASTRÓLOGO

Dia de Reis, os Reis Magos, e também Dia do Astrólogo. 
Olhar para o céu e ver a sincronicidade. Lembro o que é dito no Tantra: "o que está aqui está lá".
Ver a estrela. 

(Hoje com a Lua em Leão, Lua fogosa. As coisas precisam ir além do banal.)

Imagem da página http://www.patheos.com/



domingo, 4 de janeiro de 2015

LET'S GO?

Lua cheia, e domiciliada em Câncer. Oposta ao Sol, em Capricórnio.
Lua plena. Emoções, cuidado, proteção. Mas também atenção! Estamos aqui num eixo de carência.
Isso lembra os excessos, violências, em nome da legítima defesa da segurança de si mesmo e dos seus. Instinto, reação, cérebro mais primitivo. O lado bicho - feroz -, da maternidade e do matriarcado.

E hoje não é um Sol em Capricórnio qualquer. Ele está conjunto a Plutão, a ver, portanto, com o forte impulso de transformação. E transformação a partir das profundezas. (Plutão é um sequestrador. Lembra do mito de Perséfone?)
E mais! Em quadratura com Urano, o Divino Descontente, lá no (impaciente) signo de Áries.
Impaciência. Em tensão com a urgência.
E oposta à Lua cheia em Câncer.

Para mim este céu tem um tom. A cabra sobe laboriosamente o rochedo. E essa cabra tem rabo de peixe (também de cobra).
Trabalhar, transformar. E cuidado com o bote do instinto. Protetor, mas também (por assim dizer) mais baixo. Também perigoso.



Mas lá entre esse Sol conjunto a Plutão, em Capricórnio, e Urano, em Áries, a Vênus está, desde ontem (03/01) em Aquário. Amor que deixa de lado o romantismozinho mais besta. Respeito e liberdade cheiram melhor do que rosas.
Esta Vênus está em harmonia (sêxtil) com Saturno, que entrou em Sagitário. O rei do tempo, da ordem, entrado agora (desde 23/12/2014) no reino a ver com o ideal.

Bem, muitas propostas, muita coisa. É sempre mais fácil ser rebanho. Mas sempre há desafios para ir do pólo espécie para o pólo indivíduo.

Let's? Feliz 2015!